O MENDIGO.

Um certo dia de domingo, numa familia de classe pobre, alquem bate a sua porta e criança da casa vai atender a porta.
Criança-bom dia senhor o que deseja?
Mendigo- nada de mas minha filha!
Criança - quer comer algo ou tomar alguma coisa?
Mendigo - Não obrigado eu so queria que vocês fossem a igreja hoje.
Criança - mãe,mãe, vém aqui rápido este senhor que falar!
A mãe chegando na porta, perguntou que senhor menina aqui não tem ninguém!
Criança - como assim ele ta ai na sua frente não esta vendo não?
Mãe - deixa de bobagem e fecha a porta e entra.
Criança - senhor desculpe-me mas tenho que fazer o que minha mãe esta falando!
Mendigo - tudo bem meu anjo te espero lá na igreja.
Criança - Mãe hoje vamos na igreja quero rezar.
Mãe - tudo bem iremos sim.
Chegando na porta da igreja, a menina se depara com o mendigo que tinha conversado com ela em sua porta, ai ela vira-se para sua mãe e comenta, mãe este é o senhor que bateu na nossa porta hoje cedinho.
Mãe - deixa de bobagem minha filha, se ele tivesse batido em nossa porta estaria mendigando!
Criança - olhou para o mendigo e para mãe, ai ela falou; Mãe me de uma moeda para eu dar a ele por favor.
Mãe - tudo bem, mas não se pode oferecer tudo, e nem sair dando dinheiro à pessoas que não conhecemos.
Criança - sei disso minha mãe, não precisa mas obrigado, a mãe vai entrando na igreja e a criança volta rapidinho e oferece o que ela poderia oferecer.
Criança - senhor eu não tenho dinheiro mas, posso lhe dar um abraço e um beijo se voce aceitar é claro?
Mendigo - aceitar eu aceito sim mas , eu ja tenho o melhor presente recebido por você, sua atenção e seu carinho e seu amor.
Criança - como assim não lhe dei nada ainda.
Mendigo - Não precisa pois seu coração é mas puro e belo ja encontrado.
Criança - como assim senhor.
Mendigo - ao passar sua mão sobre a cabeça da criança, a criança vê que no centro de sua mão existe uma enorme perfuração.
Criança - senhor que que chame um medico, não estar doendo.
Mendigo - não obrigado agora entre logo pois sua mãe podera ficar ofendida.
Criança - ta bom ja vou fica com deus senhor.
A criança ao sentar ao lado de sua mãe, a mãe pergunta o que estava fazendo, a criança responde nada somente conversando com o senhor la de fora, ai a mãe fica com raiva e diz que nunca se pode conversar com estranhos; a criança simplesmente pede desculpas.
Na hora de sair a criança fala pra mãe assim mãe quem é aquele senhor que esta naquela cruz a mãe responde è NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, filho de Deus Pai todo Poderoso Criador do Céu e da Terra e de tudo que existe no Mundo.
Criança - a Tá!
Criança - mãe posso ver ele de perto posso, a mãe sim vamos lá.
Ao chegar no altar a criança fica olhando e repara nas mãos de cristo e se impreciona! Mãe , mãe veja,veja na mão dele aquele machucado.
Mãe - Sei minha filha aquilo é o que fizeram com ela pra livrar o pegado do mundo.
Criança - Sei disso mãe, mas era este senhor que bateu na nossa casa, e era o mendigo com quem eu conversava lá fora.

MORAL DA HISTORIA: NUNCA JULGUEM NINGUEM PELO QUE ELE É OU FAZ POIS, POR DETRAS DE UMA PESSIMA IMAGEM PODERA EXISTIR UMA LINDA PESSOA.
O JULGAMENTO ANTECIPADO PODE CONDENAR UM INOCENTE.


AUTOR: HASHIGUTIGUTO.
CRIADO EM : 2010 - 02 - 23
AS : 08:00 Am.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog